DIABETES E PROBLEMAS DA SAÚDE BUCAL



O paciente diabético muitas vezes não sabe, mas tem um alto risco de adquirirem problemas de saúde bucais devido sua doença crônica, e além de obter outras complicações associadas com esta condição patológica, como risco aumentado em doenças gengivais (gengivites e periodontites), sendo que estas causam alterações inflamatórias gengivais e nos tecidos que sustentam os dentes na boca, dependendo do estágio avançado da doença podem ocorrer mobilidades dentais, perdas ósseas, e levando à perda do dente, apresentam também susceptibilidade à outras patologias orais como candidíase (infecção causada por fungos), boca seca (xerostomia) podendo causar aftas, úlceras, infecções e cáries, além de outras complicações gerais associadas como doenças renais, transtornos cardiovasculares (AVC, Infarto, angina de Ludwig, dentre outros), uma doença sistêmica pode predispor uma infecção bucal e esta pode relacionar-se à outras condições sistêmicas, pois diabéticos tem maior predisposição às infecções bacterianas, e apresentam diminuição no potencial de combater as bactérias que invadem o tecido gengival, portanto o risco de evolução da doença é muito maior nestes pacientes, assim como nas infecções em geral, a doença gengival pode ser um fator que eleva o nível de açúcar no organismo, podendo tornar mais difícil seu controle.

Em casos de pacientes diabéticos o mais importante é realizar um tratamento multidisciplinar com seu médico, pois este profissional irá solicitar os exames necessários para controle e tratamento dos níveis de glicemia no organismo, e lhe fornecer todas as informações gerais para seu tratamento, e conjuntamente com seu dentista realizar avaliações periódicas para que o mesmo possa lhe prestar os cuidados necessários realizando profilaxias de manutenção (limpezas) e lhe oriente a como cuidar bem de seus dentes, língua, gengivas e mucosas, e realize acompanhamento regularmente a cada seis meses, diabéticos necessitam de cuidados especiais, mantenha seu dentista informado sobre qualquer alteração em seu estado de saúde e sobre os medicamentos que utiliza. 


Lembre-se!!!

  • Realize acompanhamento médico regularmente;
  • Realize consultas e manutenções periódicas, preferencialmente a cada três meses, com seu cirurgião dentista;
  • Uma boa higiene oral como escovar corretamente os dentes, utilizar fio dental e enxaguatórios, mantém sua boca em saudável equilíbrio

R. Capitão Pacheco e Chaves, 1056 - CJ 26/28, Mooca - São Paulo, SP